4 de dez de 2009

O CED à luz de Norbert Elias

Nos anos da década dos cinquenta do século XX, Norbert Elias e John Scotson desenvolveram um notável estudo sociológico tendo como foco o funcionamento de duas pequenas comunidades que conviviam em espaços geográficos próximos, num distrito ficticiamente denominado como Winston Parva. Contudo, elas apresentavam divergências em aspectos em que tais desencontros pareciam injustificáveis dadas as suas semelhanças e pontos em comum quanto aos seus atributos sociais.

Sobre esse texto há inúmeras resenhas, mas destaco a de Edenio Valle [http://www.pucsp.br/rever/resenha/elisco01.htm], e recorto um parágrafo apenas para reforçar como vejo a disposição das áreas de Didática e Pedagogia deste Centro quanto à aceitação da área de Ciência da Informação nos últimos 30 anos, desde a chegada da Biblioteconomia no CED, no ano de 1979. Ou seja, os estabelecidos (Didática e Pedagogia) do CED ainda continuam a manter, na maior parte das suas ações e decisões, como outsiders a Biblioteconomia e Ciência da Informação. Isso dá trinta anos de segregação!

"As crenças, valores e pattern de comportamento vigentes em Winston Parva não se devem seguramente a diferenças de classe social, salário ou religião ou à maior ou menor fatia de poder que cada um dos dois segmentos daquela população possui, reivindica ou se atribui. O determinante parecem ser as representações sociais de poder que os dois agrupamentos se fazem um do outro e de si próprios. A violência e a arbitrariedade dessas representações é que racham ao meio – não sem artificialismos – o povoado."

ATENTEMOS PARA ISSO!

2 comentários:

  1. Muito pertinente sua postagem em que consta o sociólogo alemão Norbert Elias,não tão conhecido entre nós como deveria. Estive pesquisando sobre Norbert Elias e vi que ele é um dos principais precursores da chamada "Sociologia Figuracional". Estou lendo sobre o assunto.
    Boas Férias!

    ResponderExcluir
  2. Frederico Maragno Reinheimer09 dezembro, 2009

    Nesta última eleição do DCE tive bastante contato com um membro do Centro Acadêmico de Pedagogia; de fato nossos cursos e muitos objetivos pessoais em estudo se assemelham demais...precisamos estimular a discussão entre todos sobre este assunto.

    No meu ponto vista, alguns fatores como horário de aulas diferentes ou um diferente quadro de professores influenciam a não integração entre alunos dos cursos do CED. Porém, parece existir uma espécie de "totalitarismo maquiado" na direção do CED; não existe uma real preocupação com o reconhecimento da ciência da informação pelo centro (há 30 anos?). Isso acaba em ajudar bastante a segregação dos cursos do "nosso" centro...

    Sobre os estudantes: Futuro profissional da informação e futuro educador deveriam estar unidos (na minha opinião), a partir do pensamento de que um tem a experiência dos processos de obtenção de informação e a interpretação do conhecimento e o outro tem a experiência na reflexão e sistematização dos processos educacionais.

    obs: interessantíssima essa Sociologia Figuracional do Elias! hehe

    Frederico Maragno Reinheimer,
    3ª fase Biblioteconomia/UFSC

    ResponderExcluir

Comente ou acrescente!